Select Page

Perda, maternidade e solidão são pontos principais de ‘A intrometida’

Perda, maternidade e solidão são pontos principais de ‘A intrometida’
O novo filme da diretora Lorene Scafaria (Procura-se um amigo para o fim do mundo), A intrometida, vem sendo saudado internacionalmente como um dos melhores trabalhos de Susan Saradon na carreira. Só por isso, a fita, que ainda tem J.K. Simmons e Rose Byrne no elenco, deve valer a pena.
628203-970x600-1

Susan Sarandon e J.K. Simmons em A Intrometida. Dois dos melhores atores americanos

Susan vive Marnie Minervini, mulher para quem a maternidade está mais perto de uma vocação do que de um dever. Depois de muito tempo, Marnie se vê sozinha em casa, tendo que cuidar de tudo. O ex-marido acaba de morrer e a filha, Lori (Rose), de sair de casa.
Perdida na própria solidão e rica por conta da herança deixada recentemente pelo ex-marido, ela sufoca a filha com e-mails diários e visitas sem aviso prévio.
Lori acabou de sair de um relacionamento de maneira muito dolorosa e resolve se mudar para Los Angeles para se recuperar da desilusão e driblar a mãe. Mas Marnie não tem a menor dúvida e também vai para lá. A carência de Marnie dará origem ao amor platônico pelo policial Zipper, personagem de Simmons.

Comentários

comentário(s)

Sobre o Autor

Total Idade

A Total Idade possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos, compartilhados e disponibilizados para todos os interessados em adquirir conhecimento sobre a maturidade. A Total Idade leva ao leitor informações de alto nível, recebidas, compartilhadas e publicadas por colaboradores externos e internos.

Deixe a resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.