Select Page

compra

O LinkedIn foi trabalhar para a Microsoft. Falta saber porque.

O LinkedIn foi trabalhar para a Microsoft. Falta saber porque.

Do ponto de vista do usuário comum, este negócio não irá trazer grandes benefícios. As empresas não planejam lançar nenhuma tecnologia muito transformadora, nem criar novos aparelhos, usar inteligência artificial ou criar mundos de realidade virtual. O negócio envolve 26 bilhões de dólares e a incorporação da rede social pela Microsoft tem tudo a ver com trabalho, com o mundo profissional.

Leia Mais