Select Page

Temos mais tempo!

Temos mais tempo!

O mundo está envelhecendo e todos nós também.

As estatísticas são claras…o mundo está envelhecendo e o percentual de pessoas acima dos 60 anos (idade em que passamos a ser considerados idosos legalmente aqui no Brasil) cada dia é mais relevante dentro do total da população brasileira.

Segundo o IBGE em 2017 somos 207 milhões de brasileiros e o número de idosos é de 26,5 milhões de pessoas ou 12,6% do total e as estimativas indicam que em 2030 esse percentual cresça para 19%, em função da queda das taxas de natalidade e de mortalidade.

Acredito que com o tempo teremos que rever a classificação de idade dos chamados idosos por dois motivos: 1) a tendência é vivermos cada vez mais anos …hoje vemos muitas pessoas com mais de cem anos em comparação com o passado 2.) é possível viver mais tempo com uma boa qualidade de vida : temos tecnologias e informações que ajudam a manter nossa saúde física e mental em ótimo estado por muito mais tempo.

Em 2015 a expectativa média de vida do brasileiro era de aproximadamente 75 anos de vida. Assim 60 anos (marco da chamada Terceira Idade) refere-se a 80% da expectativa média de vida.

Se a expectativa de vida do brasileiro crescer para 85 anos, mantendo o mesmo % de 80% , a fase da Terceira idade iniciaria apenas aos 68 anos, por exemplo.

Bem, acho que as estatísticas ilustram a realidade que vemos a cada dia em nossa cidade e em nossa familia: a maturidade está se ampliando e estamos sendo presenteados com mais tempo de vida. Resta agora refletirmos sobre como podemos envelhecer com uma boa qualidade de vida e o que fazer de útil para nós, para nossas famílias e para com a nossa sociedade com esse tempo extra.

Comentários

comentário(s)

Sobre o Autor

Daniela Barros

Atuou na área de Marketing e Inovação por mais de 20 anos em indústrias de bens de consumo como Unilever, Bunge, Bimbo e J. Macêdo. Administradora de formação pela FGV, com MBA Executivo no Insper. Atualmente é consultoria de negócios em rede e colaboradora no portal Totalidade.

Deixe a resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.